Amor pelo Planeta

abril 23rd, 2012

Hoje estou voltando ao blog com muita vontade de compartilhar, muita gratidão e feliz com a possibilidade da troca de experiências possíveis aqui no Instituto do Amor.

Na minha ausência estive 100% dedicada a realização de um projeto educativo para conscientizar as crianças aqui na índia na questão do lixo e do consumo consciente. Garbology 101 acabou de sair do forno direto para as escolas!

Durante todo esse tempo estive pesquisando e lendo muito a respeito do que estamos fazendo com o nosso planeta. Florestas, rios, montanhas, mares estão sendo explorados e destruídos para que possamos manter nossa “sociedade” funcionando. Quando comecei a escrever o texto de hoje, a frase que me veio foi: E o nosso Amor pelo Planeta? Por esse Lugar que, sem ele, literalmente não existiríamos?

Alguns dados: 1) consumindo como americanos (e muitos brasileiros…) precisamos de mais de 5 planetas para viver. 2) a produção per capita de grãos está reduzindo desde 1985 mesmo com o uso de fertilizantes e pesticidas. 3) São Paulo produz mais de 14.000 toneladas de lixo, ficando atrás apenas de Nova York e Tóquio na lista de cidades que mais geram lixo no mundo… e por aí vai…

Parece assustador (e é…) mas o lado bom é que a mudança desse cenário só depende de nós. Se nos conectarmos com a Terra e formos capazes de experimentar e reconstruir esse amor por nosso Planeta, com certeza encontremos soluções para transformar esse panorama.

O segredo para mim está na lei de reciprocidade: se agirmos com nosso Planeta da mesma maneira que ele age com a gente, estamos resolvido. Como diria Gandhi: “ A Terra produz recurso suficiente para prover ás necessidade de todos, mas não á avidez de alguns”.

Muito amor para todos nós e para nosso querido Planeta. E para quem não sabe: Domingo foi o dia da Terra (obs. assim como dia das mães, pais, mulher deveria ser todo dia mas…. esse é meu lado rebelde falando!). Que tal comemorar esse dia criando uma declaração de amor real ao nosso Planeta, com ações concretas de como podemos ser mais conscientes?

Até o próximo texto!

Mari Turato
Instituto do Amor

This entry was posted on segunda-feira, abril 23rd, 2012 at 11:27 and is filed under Sem categoria. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply